10 julho, 2008

Obras em casa!

Eu não sei quando serei mãe.
Depende dos nossos processos se despacharem ou não. Mas como acredito que um dia adoptarei uma criança, resolvemos começar a arranjar o quartito onde ela irá dormir.
Primeiro foi tirar a quantidade gigantesca de tralha que lá tinhamos acumulado. Entre trabalhos das respectivas universidades, mais uma data de coisas que trouxemos de casa dos pais, ainda foi trabalho para uma data de dias. Mas finalmente já faz eco quando falamos lá dentro! ;)
Hoje quando fui lá acima retirar mais umas coisas, reparei que aquele rodapé manhoso em cortiça, tinha que sair... por isso... peguei no escopro e no martelo e lá o tirei!

E pelo meio ainda me lembrei do casting, quando me perguntaram se eu era capaz de meter a mão na massa... oh meus amigos... desde a montar pladur, a partir paredes, tento-me desenrascar! E quando não sei... pergunto! ;)

Mas voltando ao quarto... por enquanto vamos só colocar o rodapé e pintar... nada de ir comprar mobilias ou coisas para uma criança que pode demorar anos até chegar! Mas ao menos vamo-nos entretendo e não vá a coisa ser mais depressa, poupamos o arranjo do quarto ao stress da altura!

8 comentários:

MoonWolf disse...

Nem mais...

É sempre melhor fazer as coisas com calma.. Ir fazendo... Nunca se sabe quando será, e, tudo o que puder ficar feito... Já está...

Depois, é dar uns retoques, afinar as coisas e comprar ou arranjar o q falta..

Menina...

Tudo se vai resolver...

Não te digo para teres aquilo q toda a gente diz, pq já estamos fartos dessa ladainha..

Por isso...

Vai treinando...

Beijinhos e beijinhos

Anónimo disse...

apenas te desejo sorte com as burocracias

Sara Oliveira disse...

Tudo se consegue :)

Beijinhos *

Pravariar disse...

Quando terminares aí, avisa.
Eu tenho uma racha estrutural (acho que se chama assim) numa parte da casa que foi acrescentada mais tarde, que penso só ter remédio aplicando um teto e paredes decorativas falsas. Mas como não percebo nada de construção civil, aceito ideias e se alguém quiser "meter as mãos na massa", faxavor.
Mas a oferta é só para quem trabalhar é um vício insustentável. Eu forneço a droga e o cachimbo… (lol)

Elsa disse...

Se precisarem de ajuda... ;)

Sara Oliveira disse...

Lindona, vi agora o programa. Tás fantástica. Ficas superbem na tv!!
Alegre, divertida, espontanea, extrovertida!! Gostei!

Muitas felicidades para ti *

Beijinho grande

Girstie disse...

Sexta feira vi-te na tv :) Finalmente consegui apanhar o querido :D :D E gostei sim sra ;)

Acho que a dada altura desconfiava dessa adopção e é de louvar sem dúvida. Eu sempre disse que se um dia não puder ter filhos adopto porque há mta criança a precisar de um colo e de uma família. Acho que é preferível a tenta tentar tentar como que por obcessão ter um filho que provavelmente n se vai conseguir. É caro para o bolso e para a saúde.

Tenho uma prima na familia adoptada, é tratada como prima, fiha, sobrinha e neta.

Que seja para bem breve e essa criança vai ter um quarto muito bem decorado ;)

Zaka disse...

Girstie... mas nós nunca tentámos engravidar!
A adopção não foi decidida em virtude de não podermos ter filhos biológicos! A adopção foi algo que decidimos quando soubemos que durante uns anos eu não poderia engravidar (porque estou a fazer um tratamento por outro motivo) e que queriamos ser pais... e então... optámos por essa via! ;)