02 novembro, 2008

Viagem ao Mundo da Droga

Como eu não sou só mãe... e o beco não serve só de diário das minhas aventuras na maternidade, deixem-me cá falar-lhes de um grande livro.


Cravei-o ao meu amigo H. há uns meses atrás, sob o pretexto de o ler quando fosse operada, mas com o fluxo de livros que a minha amiga E. me empresta, aquele foi ficando esquecido.
Mas, uma vez que já li tudo o que cá tinha da E., resolvi pegar naquele... e que espectáculo de livro!

Conta-nos a vida de um jovem, desde França até ao Oriente, ficando por fim sediado em Catmandu, em plenos 70's. Narra os seus esquemas, negociatas obscuras e clandestinas, até à sua primeira experiência com drogas... e a partir daí, todo o descalabro de passar de umas para as outras, até se tornar um verdadeiro junkie que só quer é morrer.
Tem um capítulo que é uma verdadeira enciclopédia sobre alguns tipos de drogas.
Um livro a não perder. Simplesmente um retrato do que existe na nossa sociedade, tão vezes perto de nós e que não queremos ver. Chocante, dramático, realista e apaixonante.
Fácil de ler e dos que prendem até à última página!
Recomendo vivamente!

5 comentários:

Rita Brito disse...

Ando há milhares de anos para o ler!!

...uma viajante, disse...

Eu li foi o "Os filhos da Droga". Impressionante! Todos os adolescentes deviam ler.
Beijos mamã

Sandra Neves disse...

Olá
Li esse livro e "os filhos da droga" qd tinha 17 anos e já nessa altura adorei ambos, mas se calhar se os lê-se agora seria com outros olhos.
Tenho acompanhado a vossa história pelo forum da APF, é deliciosa, desejo-vos muitas felicidades para os 3.
Beijinhos
Sandra

Ana disse...

Um livro espetacular, sim senhor!! Tambem li 'os filhos da droga' mas gostei mais do viagem...

Shadow disse...

O meu pai ofereceu-mo quando ainda andava no liceu deveria ter ai uns 12 anos.

Para além de uma verdadeira “enciclopédia” tal como dizes sobre as drogas, a forma como são descritos todos os ambientes e cenários transporta-nos ao Oriente.
A dada altura da historia senti-me a em Bombaim como que a ter uma grande tripé de a ópio