03 maio, 2008

1 dia e piques para a carinificina - A visita da sogra!

Hoje a minha sogra veio cá a casa almoçar!

Isto da minha relação com a sogra tem muito que se lhe diga. Conheci-a em Dezembro de 1999 e na altura sei que ela não desgostou totalmente de mim... porque a modos que na altura ainda não sabia até que ponto eu era passageira na vida do filho! Conforme eu e o filho viemos viver juntos, em Julho de 2000 a modos que a nossa relação tornou-se glacial. E durante uns tempos, inclusivé no dia em que me casei com o filho dela, a nossa relação era mais fria do que a Antártida!
Os anos foram passando e ela e o meu sogro raramente vinham cá a casa. O que sinceramente até era um alívio para mim, pois ainda me lembro da primeira vez em que ela cá veio, depois de cá morarmos, se ter posto a dizer que os vidros estavam sujos e que eu tinha que os limpar e a pedir-me um pano para me explicar como se fazia!!!!

Entre altos e baixos sempre fomos mantendo uma relação de cortesia distante.

Em Janeiro de 2007 morre o meu sogro.

Desde aí noto que a minha sogra se tornou uma pessoa mais aberta e tolerante. Aberta no sentido em tentar conhecer culturas diferentes da dela e tolerante para opiniões que não são as suas. E até me consegue surpreender ocasionalmente!

Daí a hoje não me ter importado que ela cá viesse. Elogiou o comer. Cravou a receita do pão de queijo e no fim... à boa moda.... lavou o fogão!
Claro que nessa altura eu já me tinha pirado para a sala... mas mesmo assim consegui ouvi-la a ensinar ao meu gajo como se lavam as panelas e o fogão!

Ah... burro velho não aprende mesmo línguas... mas eu... ah... eu sou nova o suficiente para me pirar na altura certa! :D

4 comentários:

Jorge Soares disse...

Olá

Isto das relações com a sogra... tem muito que se lhe diga... felizmente a minha é uma pessoa 100% e a minha relação com ela é excelente...se calhar é porque lá em casa sou sempre eu que limpo o fogão :-)

Obrigado pelo teu comentario lá no meu jantar... já te respondi... mas nunca está demais repetir, aquilo era um post irónico e demais está dizer que assino por baixo tudo o que dizes... porque também já passei pelo mesmo.

Jorge

Girstie disse...

Lol muito bom! :)

O eterno dilema com as sogras.

MoonWolf disse...

Pois, deixa-me dizer-te q gostei imenso q ela cá tivesse vindo...

Somos sempre nós q vamos lá... até por uma questão de comodidade... Mas, gostei...

Ela está muito mais tolerante... Não sei se são os anos, ou se foi a morte do meu pai q a fez ver as coisas de uma outra maneira... mas, é minha mãe, e continuo a gostar muito dela... E, tb sou sempre eu q lavo o fogão...

PS... quando a tua cá vem, e dá uma de limpar tudo e mais um par de botas, é bom q fiques tu a "aprender", pq eu vou-me pirar..

Um Beijo

Professor Doutor "Atever" disse...

Eu nunca permiti que sogras ou mães mandassem "bitaites" na nossa vida.
Hoje, de um certo ponto de vista, acho que fiz mal. Tinha "ganho" mais se fosse "manso". Mas estas coisas não se escolhem, nascem com a gente. E agora também já é tarde para ambos.
Eu já não estou em idade de aprender a limpar o fogão e elas há muito que não se metem na minha vida.
Lá, onde elas moram agora, os portões fecham à 17 horas.
Beijo.