03 fevereiro, 2009

C'est fini

Tudo o que é bom acaba depressa... diz o povo e com razão.

Hoje é o 100º dia da licença de adopção, o que significa que amanhã o meu homem já vai trabalhar.
Sim, uma vez que a mim ninguém me paga para ficar em casa, foi ele quem gozou todos os dias a que tinhamos direito e foi muito bom!
Eu continuei a trabalhar quando tinha trabalho, sempre a partir de casa, e ele esteve por aqui, a brincar com a Kuka, a fazer-me companhia, a pintar a cozinha, a ajudar a fazer os bonecos para o quarto dela, enfim... a fazer os trabalhos que apareceram e a namorar.
Aproveitámos para ver muitos filmes, para nos curtirmos muito os três, enfim.. já estou com saudades!
A partir de amanhã, lá recomeça a Kuka a chamar pelo pai e a esperar por ele ao pé da porta. E lá recomeçamos as duas a almoçar sózinhas e lá volta o agendamento das minhas reuniões de acordo com os horários do pai e a disponibilidade das pessoas que me possam ficar com a Kuka.
E isto porquê? Porque ainda não me sinto pronta para a meter num infantário! Porque a psicóloga da segurança social concorda que o melhor para ela é ficar mais este ano em casa e porque ainda não encontrei um infantário que me agrade na relação preço/qualidade.

4 comentários:

Cor do Sol disse...

Eles lá dizem que o que é bom acaba depressa ;)

Noivo disse...

100 dias parece tanto e no entanto é tão pouco....

Jorge Freitas Soares disse...

Curioso... hoje tinha pensado falar sobre a licença.... agora já tenho um caso para apresentar :-)

Jorge

@me@@@ disse...

esta fase de transição vai ser complicada, mas ainda tens até ao fim do ano para encontrares a melhor solução!!!


:-)