01 março, 2009

O mistério do candeeiro que não acende

O candeeiro de tecto do meu patamar há uns dias que deixou de dar luz.
Lá pegamos no escadote e trocamos a lâmpada. Mas o mal não era daí. O gajo, armado em Macgyver, saca da busca polos e apanhou um valente choque, que lá fez disparar o contador do prédio. 
Então, lá voltou a meter a tampa de vidro (coisa mai linda) e ficou de falar com a administradora para que cá viesse um electricista ver a coisa.
Na sexta feira, lá falou ele com a senhora, que lá explicou que quem costuma tratar das electricidades do prédio é o vizinho da cave. E que então, ía falar com ele. (ah bela aldeia em que me vim enfiar já há 9 anos)...
Os gajos que moram na casa que partilha o meu patamar, uns tipos que detesto porque pura e simplesmente odeiam cães, e para mim pessoa que odeia os meus cães (sim, isto começou logo no dia em que trouxe o meu querido Ribas cá para casa, há quase 9 anos) é pessoa que merece ter tratada como os filhos da p... que são, chegaram no sábado lá da terrinha para onde infelizmente nunca mais se mudam.
Eu comecei a contar os minutos até eles darem pela falta da luz no patamar e irem para ali de escadote em punho, fazer o que já nós tinhamos tentado.
Ora o dia foi hoje! 
Estava eu na cozinha e começo a ouvir praguejar na escada sobre quem tinha tirado a lâmpada.
Depois, oiço vir a administradora, que mora no piso de baixo, vir explicar que tinhamos sido nós e tal e couves... passado mais um bocado, oiço vir o tal tipo da cave... entretanto já o caixilho tinha sido mudado e nada do candeeiro dar luz.
Pior de tudo... foi quando o meu gajo, há coisa de hora e meia, vira-se para mim e diz... ah deixa-me lá ir ali fora ver se eles precisam de ajuda.

E agora estou eu aqui a ouvi-los, na escada, a falar sobre o mistério do candeeiro e ao jeito de bom português, está um tipo em cima do escadote e o resto do pessoal a mandar bocas.

E eu com tanto que fazer e a precisar da ajuda do gajo... ai sorte a minha! Será que custava muito chamar um electricista; comprar outro candeeiro (que no Leroy Merlin deve custar uns 5 euros) ou outra treta qualquer que poupasse tempo?!

5 comentários:

SFA disse...

Vai lá também mandar uns bitaites sobre a falta de luz do candeeiro...isso é que é boa vizinhança ;)

MoonWolf disse...

Ó minha... ouve lá uma coisa.. Achas q era preferível estarem todos em cima do escadote? Ao menos, q cada um fosse buscar o seu e fizessem uma reuniãozinha no cimo do escadote...

Não sei porquê, mas lembra-me Londres... :)

E, acho q a conclusão foi.. é melhor chamar o electricista, q os 2 fios do candeeiro têm corrente, e só 1 é q devia... Lol...

beijocas e vê lá se acendes a luz para os tristes subirem ... :P

jojo disse...

vou mandar um bitaite:

já alguem se lembrou de ver se o interruptor está a funcionar bem? Se o Xico apanhou um choque é porque o casquilho passa corrente. O interruptor é que pode falhar de vez em quando.

pronto já mandei um bitaite.

Ana Rocha disse...

Por estas e por outras é que há tanto desempregado em Portugal.
Ora bossemeçês em vêz de deitarem faladura, se tivessesm chamado logo o electrecista, além de já terem luz, tinho dado trabalho a alguem.
Também é verdade que depois não havia tema de conversa na vizinhança, porque esses se forem da raça dos meus, vai haver conversa no minimo até ao Natal.LOL

Beijokas Fofas

MoonWolf disse...

E, não é q o candeeiro ainda não deita luz???

E, pelo q soube, já chamaram o electricista, mas este ainda não teve "tempo" para lá ir...

Se calhar, não há falta de emprego.. ou então, não o querem é fazer... por isso é q a malta sobe para cima do escadote...

beijocas