08 outubro, 2007

O Caloteiro

Depois de um fim de semana prolongado de trabalho, cá venho dar as caras!
Sim... aproveitei o fim de semana grande para continuar as pinturas do meu quarto (que estiveram paradas por falta de tempo), para continuar o meu mestrado (e posso adiantar que já tenho alguns renders da cozinha e até já comecei a "mobilar" a sala) e para trabalhar em alguns dos novos projectos que este mês de Outubro trouxe lá para a empresa.

Mas o que queria aqui partilhar com vocês é algo que a meu ver chega a ser ridículo.
Temos um cliente, para o qual fizemos um projecto há uns largos meses, que nos deve dinheiro. Sim.. o tipo não nos pagou uns desenhos que pediu a mais, e usa as desculpas mais ridículas que existem para ir pagando às mijinhas, ou para justificar os cheques carecas que nos passou. Ora ainda hoje fomos lá falar com ele (aproveitando que estavamos nas redondezas com outro projecto).
Imaginem o meu sócio, com os desenhos que ele ainda não pagou debaixo do braço (as cópias todas que a câmara pediu, tudo dobradinho e com data de Julho) e eu a entrarmos pelo dito estabelecimento dentro. Ele sabia que o meu sócio lá ía... não estava era a contar comigo.
nos veio com as desculpas do costume... e sugeriu uma ideia peregrina!!!! Pagar em duas vezes! Metade ou perto disso esta semana, e o resto para a outra semana... O meu sócio e muito bem, mostrou-lhe o cheque que já está duas vezes carimbado do banco por ter sido recusado e disse-lhe... Ou pagas isto de sexta feira a oito dias, ou eu meto isto como dívida nas finanças!
O tipo ficou atónito e lá disse que sim, que paga, que de certeza que paga. Isto sem nunca ter olhado na minha cara!
Sinceramente... eu tinha vergonha de dever o que quer que fosse a alguém, mas.... isto tudo por cerca de 300 euros?! É de gozar!

E podem vocês pensar que se fosse com vocês já tinham metido isto em tribunal, ou mandado lá as cobranças difíceis, ou sei lá o quê! Mas eu sempre disse que como quería que ele fizésse publicidade à nossa empresa (sim... aquela de boca... tipo... gosto muito do estabelecimento. Quem fêz?! Foi tal fulano) fui tentando levar a coisa pelo bom caminho.
Mas... o gajo fez justamente o contrário!
Uma cliente que temos agora e que tem um estabelecimento lá perto, foi lá, gostou do projecto e perguntou categoricamente quem tinha feito. E a resposta que levou, foi... Ah e tal... foram uns amigos, mas sinceramente perdi os contactos!

Pois... mas quando eu lhe perguntei hoje se ele tinha os nossos telefones... disse que sim!
Que grande filho da mãe!

4 comentários:

Rita disse...

Oi miuda, já vai algum tempo que não te vsitava. E esse mestrado, anda ou nem por isso?
Beijinhos Rita

MoonWolf disse...

Ai o Caloteiro... isso pedia uma dissertação no meu blogue... Quem sabe um dia detes...

Mas, se quiserem, eu posso juntar mais umas axas para a fogueira...

Será q esse "sr" já pagou aos seus fornecedores? Da última vez q falei com eles, ainda devia tudo, ou quase... e, imaginem a lata, ainda pediu para lá irem fazer umas alterações... Desculpem lá, mas o pessoal não se manca??? DAAAAaaa, como dizem os putos...

XIça...

Quem não sabe gerir um negócio, o melhor q tem a fazer é encostar às boxes...

Beijocas e bons sonhos, pois de pensar neste individuo só me dá insónias.... :P

Girstie disse...

Ele há gente muito anormal mesmo! E esse é um deles. Querem tudo mas esquececem-se que para querer as coisas bem têm de as pagar. Mais vlae não fazer se não há dinheiro. E isso da publicidade, sinceramente, que lata! Vai na volta e é por isso q ele não paga: são amigos dele...

José Pedro Moura disse...

zaka, vai-te habituando... ha quem tenha lata para ficar a dever muito mais... costuma-se dizer que quem está rico, é a custa dos outros e n do trabalho honesto... boa sorte ;)
kuto