10 abril, 2008

Problemas de registos de automóveis

Há anos vendi o carro que os meus pais me tinham "dado". Foi, claro, com o consentimento deles, que despachei o chaço, mas eles não quiseram ter trabalho, por isso fui eu quem tratou de tudo. E como era novinha e sem experiência, não tratei de nada no que toca aos registos. Porque pensei, que o tipo que me estava a comprar o carro, sendo ainda por cima um membro da PSP, havería de tratar do assunto.
Mas... não o fez.. e entretanto vendeu o carro a outro tipo, que por sua vez vendeu a outro tipo e o carro continuou sempre em nome do meu pai.
Há anos que andamos a tentar tratar disto. Horas perdidas na DGV. Dinheiro gasto em papeis e nada de nos resolverem o problema. Ainda hoje mesmo, os meus pais foram lá e eles lhe disseram que apesar de ter saído uma nova directiva para as pessoas resolverem este problema, a modos que faltava que alguém efectivamente, começasse a resolver as coisas. E assim se passa mais tempo, onde as pessoas têm que pagar o imposto às finanças sobre um veículo que desde 2002 não possuem!
Bolas... que incompetência!

Em relação ao livro... vou na página 343 e continuo a achar que está muito bem escrito! ;)

4 comentários:

jojo disse...

o problema deve ser dos ibizas...
quando no's tivemos o acidente com o carro igual ao teu, o meu pai vendeu-o por 50 contos ao tipo da oficina, visto que o carro estava todo torcido e que nos ia custar mais a arranja'-lo do que a comprar outro.

3 anos depois recebemos uma conta da EDP para pagar a reparac,ao de um poste de electricidade porque um agarrado que comprou um carro ao mecanico se espetou contra o poste na Rua Maria Pia e a matricula, registo, etc ainda estava no nome do meu pai.

mas agora por falar no teu carro, lembro-me de quando a minha pasta A2 estava a encalhar nos pedais e tu achavas que os pedais estavam encravados :D:D:D:D:D
bons tempos, bons tempos!

pedroecristina disse...

Podes sempre tentar descobrir onde anda o carro e ir com a policia buscá-lo! Se não mudou a lei é legal fazê-lo - informa-te! Eu tive o mesmo problema - descobri onde estava - o numero de telefone e liguei à pessoa - depois de não dar em nada ameaçei que o iria buscar se não mudasse o carro para nome dele! Resultou! Beijinhos

Maria Manuela disse...

Fosgasssseeeee....se um gajo tivesse a triste ideia de assaltar ou matar alguém com o carro e ninguém visse o condutor e só topasse a matrícula do carro, tens a noçao que estavas metida numa embrulhada grande (pelo menos até conseguires fazer prova de que àquela hora estavas em sítio diferente).... O registo faz fé pública pá.... Não é nenhum drama,mas é uma m**** para resolver esses casos...

BJos

Girstie disse...

Infelizmente as pessoas adoram comprar os carros dos outros e n gostam de passá-los para os nomes deles. Deve ser para poderem fazer asneiras a torto e a direito e os outros pagarem por isso. Há que ter mm a certeza de que as coisas são bem feitas lg no inicio.

E que ao menos o livro te ajude a relaxar e esquecer os stresses ;)