19 maio, 2008

Infos sobre pessoas com mobilidade condicionada...

... ou os tradicionais deficientes motores, ou utilizadores de cadeiras de rodas.

Vou ter que fazer uma remodelação numa sala/ cozinha de um deficiente motor e como quero fazer um projecto que facilite a utilização dessas divisões pelo "cliente", gostaria de saber mais algumas coisas sobre o dia-a-dia dessas pessoas.

Coisas como, comem as refeições na cadeira de rodas?
E televisão? Vêem-na no sofá?
Que dificuldades encontram na cozinha?

E outras coisas assim do género....

Se por acaso alguma pessoa me conseguir dar umas dicas, fico desde já agradecida!

Como podem ver... ainda estou em recuperação, mas a minha cabecinha não pára! ;)

12 comentários:

SílviA disse...

não tarda nada tás fina ;)

Beijinho

Professor Doutor "Atever" disse...

É pá, sobre este assunto não te posso dar nenhuma dica. A minha mobilidade às vezes está por um fio mas, felizmente, ainda não cheguei à fase da cadeira de rodas.
Estou à espera que algum dia uma bilha de gás às costas, a caminho do 2ª andar (contra todas as recomendações do médico), faça das suas...
Beijo.

jojo disse...

a tua cabeça é uma máquina!

...uma viajante, disse...

Oi miuda...já sabes que estas coisas estou mais ou menos dentro do assunto. Neste momto temos um dificiente na nossa escola, em cadeira de rodas e que era óptimo para o teu trabalho. Raramente estas pessoas saem da sua cadeira, apenas para a sua higiene física ou para dormirem. Comem na cadeira à mesa (a mesa tem de ter a medida de forma a que esta encaixe), para ver tv tb é na cadeira. Raramente vão para o sofá porque se torna difícil o levantar e o sentar (à excepção dos carros onde isso tem mesmo de acontecer).
Mais dúvidas, pergunta-me
Jinhos e as melhoras

...uma viajante, disse...

Na cozinha o problema maior é a altura dos armários de cima e da altura da bancada. experimenta estar sentada numa cadeira e chegar às gavetas e aos armários (tanto em cima como em baixo). Eu já fiz isso e é bem difícil. Existe um tipo que fez uma cozinha toda ela para deficientes em cadeiras de rodas onde tudo é electrónico (até as luzes)
Jinhos mais uma vez

Sara Oliveira disse...

Gostava de te poder ajudar, mas não conheço ninguém neste momento numa situação assim.

Rápidas melhoras =) **

Inês disse...

Se não dás notícias ficamos preocupados! Já estás melhor?

Girstie disse...

Qd se tem de ficar obrigatoriamente parada, é quando menos apetece. E pode-se sempre ir aproveitando o tempo para pensar nos projectos. Mas com calma, vá :)

Maria Manuela disse...

Olha tenho um amigo que está numa cadeira de rodas, mas ele consegue (embora tenha os músculos das mãos atrofiados) ainda ter alguma força nos braços. Por isso sai da cadeira de rodas para uma cadeira normal quando quer comer e deita-se no sofá sendo que o principal obstáculo que por vezes tem é a largura das portas (por isso a casa dele foi adaptada), o não ter muitas coisas a estorvar para poder chegar ao sofá com a cadeira (por isso não tem mesa de apoio ao sofá nem de lado nem à frente) e na cozinha faz tudo mas os armários com maior arrumação são os debaixo. Ah e o chão da casa deve ter um material resistente para que não fiquem marcadas as rodas da cadeira.

Espero ter ajudado.
Bj

Minerva McGonagall disse...

Espero que já te tenhas livrado do halibut. Tem um cheiro horrível, super enjoativo.

As melhoras!

As Chamas do Fénix disse...

Tens desafio fresquinho lá no meu ninho... aparece mesmo que estejas em dificuldades...

jojo disse...

quando a minha amiga R. foi operada aos joanetes ficou numa cadeira de rodas imenso tempo e lembro-me que a cadeira era 'a continha para passar na porta mas sem as maos nas rodas ou batia com os dedos nas aduelas.
a contar com situacoes destas, quando fiz as obras na minha casa mudei a largura das portas todas. nunca se sabe...