21 outubro, 2007

Nariz partido

Esta deve ser a minha sina: Homens que me amam a mandar marradas no meu nariz..

Felizmente a pancada com as costas de ontem que o meu gajo me deu, não teve a força e o jeito suficientes para me partir o nariz, mas lá que apanhei um cagaço e fiquei com o nariz a doer como o raio, isso foi verdade... e ele também ficou com um ar meio apavorado.

É que quando eu tinha 13 anos, o meu melhor amigo e eterno apaixonado e candidato a meu namorado, o meu Bruno, lá me partiu o nariz com uma cabeçada, dada, entenda-se de forma acidental, enquanto faziamos todos um mosh a ouvir Body Count.
Pois... foi a testa dele a bater no meu nariz e o sangue a jorrar, facto que implicou que eu nunca mais na minha vida me tenha metido nessas molhadas, pois quem tem nariz, tem medo!

Por o Bruno ter sido o rapaz/homem que mais me amou na minha vida até eu conhecer o meu gajo, e por ele me ter partido o nariz e por o meu gajo já por algumas vezes, em cenas de cócegas e afins me ter mandado cacetadas nessa minha parte projectada, eu passo a vida a pensar quando será a vez dele me dar essa prova de amor! :P

6 comentários:

Tertúlia Côr de Rosa disse...

Só tenho a dizer: Mas que estranha forma de amar...
Se amando ele quase te partiu o nariz, imagina quando se chatear e te der uma pêra no narigame...

Beijos da Ana

o segredo da lua disse...

Imagino que voces deve ser uma animaçao ;o)

Zaka disse...

Ó tertúlia ele nunca me partiría o nariz de propósito!
Digamos que é como diz aqui a Segredo da lua... Passamos a vida a fazer judiarias um ao outro... e depois acontecem estes acidentes! :P

Z disse...

Eu prefiro oferecer flores. Hei-de experimentar oferecer marradas no nariz, pode ser que me safe melhor...

MoonWolf disse...

Sua judia... e falavas da outra...

Vai uma marradinha??? :)

Mesmo assim, continuo a gostar muito de tiiiiiiiiiiiii

Beijoooooo

jojo disse...

E' o que se chama sado-masoquismo.
nao sabia era que na tua casa se chamava "co'cegas" hahahha