13 fevereiro, 2008

Relações de amizade

Eu tenho para mim que as pessoas estão sempre a aprender, a evoluir e às vezes a modificar a sua vida.
Eu também sou do tipo de pessoa que quando gosta, gosta mesmo! Mas... se a relação não for alimentada, qual planta que precisa de água, tende a esmorecer, a definhar. Não que o sentimento em si morra, mas eu sou muito daquele ditado de "longe da vista, longe do coração".
Com isto não digo que tenha que ver as pessoas todos os dias, mas, se não souber delas durante uns tempos, a modos que depois, tenho uma certa dificuldade em voltar a sentir aquele entusiasmo de fazer um monte de coisas juntos. Isto refiro-me a amizades, entenda-se!

Tenho uma amiga minha, com a qual me dei intensamente durante 1 ano. Depois... zangámo-nos e ficámos 1 ano sem nos falarmos! Depois, voltámos a fazer as pazes, mas sinceramente aquela cumplicidade inicial perdeu-se. Gosto dela, continuo a achá-la uma pessoa impecável, lutadora e simpatiquíssima, mas não me sinto à vontade com os locais que ela frequenta, os amigos dela, etc e tal. O que é mais estranho é que quando a conheci, saía imenso com ela e sentia-me bem no meio dela...
O que faz pensar que no espaço em que estivemos zangadas, evoluímos tanto em direcções diferentes, que hoje mal temos algo a ver uma com a outra. :/

11 comentários:

Sara Oliveira disse...

Isso acontece quando já não nos identificamos com tudo o que anteriormente nos ligava...!
Pensa que vale a pena guardar o bom que passaram e conviveram.. O que vier será mais um acréscimo.

bruno disse...

mas é assim mesmo!
há coisas que são válidas no seu tempo, aquele que lhes é milimetricamente devido...

Mandrágora disse...

'As coisas boas duram o tempo necessário para serem inesquecíveis...'

Ok,poderá ser um cliché mas as pessoas aparecem nas vidas umas das outras em momentos precisos,quando têm de sair saem.
Podem voltar e mesmo que nada seja igual há sempre boas lembranças do que passou. ;)

*cereja*

Maria Manuela (M&M) disse...

Não tem nada de estranho.... Todas as relações têm de ser alimentadas e em todas elas a ausência deixa marcas....

Percebo-te bem...


(este fds venho cá buscar o meu prémio)
beijocas

Atever disse...

Nós somos produto de um património genético herdado, mais aquilo que a vida vai fazendo de nós.
Faz-me lembrar uma frase que se utiliza muito cá em casa que é: miséria puxa miséria. Isto em relação àquelas pessoas cuja vida parece nunca se endireitar e que só acompanham com pessoas com vidas parecidas. Assim como não é raro uma família que tem hábitos de leitura transmitir esse hábito aos filhos, também nas relações de amizade há permuta de valores.
Eu acredito que todos nós temos as nossas características próprias mas é o Mundo que nos burila.

PsYcHo_MiNd disse...

As pessoas mudam, faz parte de nós isso acontecer e quando se está muito tempo longe essas mudanças são evidentes ao contrário de que se estivesses constantemente na sua presença. É positivo as coisas mudarem, abre-nos novas perspectivas da vida e de nós mesmos. Uma vezes para melhor, outras para pior!

Rita disse...

É pena quando nos zangamos com alguém, essa zanga dure tanto tempo e que nos faz afastarmos dessa pessoa...e depois quando até voltamos a comunicar, percebemos que o mundo dessa pessoa já não nos pertence nem o nosso a ela...é difícil mantermos amizades hoje em dia...aceitar os outros como são não é fácil. Mas os bons momentos, esses, nunca te irão retirar!!!

su disse...

A mim aconteceu mesmo sem zangas. Quando vim para a Suiça, mesmo com telefonemas e sms, afastei-me muito dos meus amigos em Portugal. Agora quando lá vou, já não é a mesma coisa, por muito que goste deles.
Perdem-se uns, ganham-se outros...

Francis disse...

é a vida.

MoonWolf disse...

E q mais poderá ser dito, depois de todos estes discursos tão profundos???

Só desejo q os verdadeiros amigos nunca se percam...

Um Beijo

Guh disse...

Su, eu também estou na Suiça... depois de 4 meses, voltei a estar com os meus amigos... senti-me mais "em casa" do que nunca :) e espero que seja sempre assim! Felizmente, existe a internet e eu tento falar com os meus amigos todos os dias...

Beijinhos